1 de nov de 2009

Descartável

Use minha mente, meu corpo e meus sentimentos, e o descarte assim que esteja satisfeito. Ou me coloque em sua prateleira, se precisar novamente de mim, eu estarei lá, para fazer bom uso de mim, da forma que quiser. Aos seus olhos, eu sou um objeto, aonde fui criado apenas para oferecer benefícios, enquanto você precisar... Depois serei mais um esquecido, aos montes de seus itens, que nem se lembra mais. Você não sentirá minha falta, pois algo mais recente estará em meu lugar, mas eu sentirei sua falta, mesmo que eu saiba que, aos seus olhos, eu sou descartável.
Gostaria de não ter mais esses parasitas por perto, eles me machucam, sugam o resto de vida que ainda tenho, e não conseguem enxergar meus olhos implorar socorro. Ou talvez, eles até vejam, mas do que importa? Você não consegue enxergar os sentimentos reais que eu tenho por você, e você nunca está por perto, apenas a morte e a tristeza são minhas amigas fiéis, nunca me deixaram. Mesmo eu preferindo ficar sem elas.

Um comentário:

  1. Lindo texto, mas coloque os créditos para quem criou, certo? Eu que fiz este texto, e não você. Tenho ciúmes de coisas que foram criadas por mim, ainda mais este texto.

    ResponderExcluir